Conteúdo sindicado
União Europeia
O presidente ucraniano Pedro Poroshenko (esquerda).
27/04/2015 - Cúpula

União Europeia exige que Ucrânia faça reformas constitucionais até o fim deste ano

Começou nesta segunda-feia (27), em Bruxelas, a cúpula de dois dias entre a Ucrânia e a União Europeia. O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, se reúne com líderes europeus, incluindo o presidente do Conselho da Europa, Donald Tusk, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e a Alta Representante da União Europeia para a Política Externa e de Segurança, Federica Mogherini.

União Europeia : a  desunião face à imigração clandestina
24/04/2015 - Revista de Imprensa

União Europeia : a desunião face à imigração clandestina

"Emmanuel Macron, ministro da economia francês defende o seu capitalismo neo-industrial, as Igrejas em França serão de agora em diante protegidas, a problemática da imigração e dos refugiados na Europa, o centenário do genocídio arménio, o acordo impossível entre a Grécia e os seu credores, são alguns dos focos nos jornais de hoje.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, deixando a cúpula do Conselho Europeu em Bruxelas, em 23 de abril de 2015.
24/04/2015 - UE/Imigração

Líderes da UE querem aval da ONU para destruir barcos de atravessadores na Líbia

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia participaram nesta quinta-feira (23), em Bruxelas, de uma cúpula extraordinária do Conselho Europeu sobre o fluxo migratório histórico que vem acontecendo nos últimos dias. Foram anunciadas medidas políticas, econômicas e futuramente militares, já que o bloco estuda meios de destruir os barcos dos atravessadores na Líbia. A OIM (Organização Internacional para as Migrações) e várias ONGs ficaram decepcionadas com o resultado do encontro.

UE procura solução para imigração ilegal
23/04/2015 - Convidado

UE procura solução para imigração ilegal

Os chefes de Estado e de governo da União Europeia reúnem-se esta quinta-feira em Bruxelas para discutir a crise no mediterrâneo. A Comissão Europeia apresentou dez propostas para combater o problema migratório que passam, entre outras, pelo aumento do orçamento da operação de vigilância marítima no mediterrâneo -Tritão- e pelos esforços para destruir os navios que as máfias utilizam para transportar imigrantes ilegais. Medidas pouco ambiciosas na opinião de Antónia Barradas, especialista de relações institucionais e política externa da Amnistia Internacional Portugal.

Migrantes fotografados em um centro de detenção de clandestinos em Atenas, na Grécia.
23/04/2015 - Imigração/Cúpula

Especialistas estão pessimistas com propostas da UE para controlar imigração

Os líderes dos 28 países da União Europeia fazem um encontro extraordinário nesta quinta-feira (23), em Bruxelas, para debater o tráfico de pessoas no Mar ...
Sobreviventes do naufrágio que pode ter causado mais de 800 mortes chegam à Sicília
22/04/2015 - Europa/Migração

Europa fracassou na questão migratória, aponta Anistia Internacional

Enquanto a Anistia Internacional lamentava em Paris o descaso da União Europeia em relação ao drama dos imigrantes ilegais no Mar Mediterrâneo, uma praia de Brighton, no ...
Capa do jornal francês Libération desta quarta-feira, 22 de abril de 2015.
22/04/2015

Libération defende a legalização da imigração na Europa

Os jornais desta quarta-feira (22) destacam as discussões na Europa sobre imigração, após a pior tragédia com imigrantes clandestinos no Mediterrâneo, que matou 800 pessoas no último domingo. Libération defende uma proposta radical: a legalização da imigração.

Os sobreviventes do naufrágio do dia 19 de abril chegaram na noite de ontem a Catânia.
21/04/2015 - Itália/Imigração

Saldo de 800 mortos confirma pior tragédia com imigrantes no Mediterrâneo

O balanço de vítimas do naufrágio de um barco no último domingo (19) foi feito pelo Alto Comissariado da ONU para os refugiados e a Organização Internacional para as Migrações (OIM) que se basearam no testemunho dos 28 sobreviventes do drama. De acordo com os relatos, 800 pessoas morreram. O dado confirma que esta é a pior tragédia com imigrantes já registrada no Mar Mediterrâneo.

A Europa não pode lavar as mãos diante da montanha de cadáveres no Mediterrâneo
21/04/2015 - O Mundo Agora

A Europa não pode lavar as mãos diante da montanha de cadáveres no Mediterrâneo

Três naufrágios em uma semana e mais de mil mortos: o Mediterrâneo está se transformando numa imensa vala comum para emigrantes africanos. Só no ano passado, a marinha italiana sozinha resgatou mais de 120.000 pessoas que tentavam cruzar o mar para a “terra prometida” européia.

O plano europeu quer combater a crise dos migrantes sob o aspecto jurídico, humanitário, financeiro e policial.
21/04/2015 - UE/Imigração

Plano da UE para crise de migrantes divide responsabilidade entre países do bloco

A repercussão internacional da tragédia dos migrantes que tentam fazer a travessia da África para a Europa, morrendo em naufrágios e sofrendo nas mãos de passadores sem escrúpulos, obrigou a Comissão Europeia a tomar medidas concretas. Um plano foi anunciado nesta segunda-feira (20), para tentar reprimir a ação dos passadores e reforçar os mecanismos de controle das fronteiras.

Close