Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Renamo
Afonso Dhlakama, líder da Renamo, em Abril de 2013
29/06/2015 - MOÇAMBIQUE

Governo moçambicano e Renamo de novo divididos

A ronda 110 do diálogo político em Moçambique foi marcada por um impasse. É que o governo e a Renamo divergem quanto à necessidade de se transformar a declaração de princípios da despartidarização da função pública em lei como assim pretende o principal partido da oposição segundo Saimone Macuiana, da equipa negociadora do movimento da perdiz nas negociações.

Vista de Maputo.
24/06/2015 - Moçambique

Apesar do acordo, a desconfiança permanece em Moçambique

Após vários meses de tentativas infrutíferas de consenso no quadro das suas rondas negociais, o governo e a Renamo, principal partido de oposição assinaram ontem um acordo para a despartidarização da função pública, um avanço que contudo não é suficiente para restabelecer a confiança no seio da classe política moçambicana.

Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano
23/06/2015 - Moçambique

Assinatura hoje do acordo entre o governo e a Renamo sobre a despartidarização da função pública

Depois de dois adiamentos, o governo moçambicano e a Renamo assinaram hoje no final da tarde, no Centro de conferências Joaquim Chissano em Maputo, o acordo sobre a despartidarização da função pública, único avanço alcançado nos últimos tempos entre as duas partes em meses de negociações.

Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano
22/06/2015 - Moçambique

Moçambique : adiada assinatura acordo sobre despartidarização

Governo e Renamo voltaram a adiar a assinatura do acordo de princípios sobre a despartidarização da Função Pública, que deveria ter sido rubricado hoje, enquanto prossegue o impasse entre as partes sobre as questões militares.

António Muchanga, porta-voz da Renamo
16/06/2015 - Moçambique

Renamo denuncia novos ataques das Forças de Segurança de Moçambique

A Renamo convocou esta terça-feira a imprensa, para denunciar que no último domingo agentes da Unidade de Intervenção Rápida, atacaram uma das suas bases em Nkondezi, distrito de Moatize, província de Tete, deste ataque resultou segundo a polícia a morte de um membro das forças governamentais.

Moçambique faz balanço positivo da cimeira africana
15/06/2015 - Convidado

Moçambique faz balanço positivo da cimeira africana

O presidente moçambicano, Filipe Nyusi, deixou hoje Joanesburgo após a sua estreia numa cimeira da União Africana. O Sudão do Sul, o Burundi e a vinda de Omar al Bashir a este evento foram alguns dos temas marcantes. O estadista moçambicano aborda o novo agudizar da tensão actual no seu país e descreve-nos a sua participação no fórum.

Da esquerda para a direita, o Presidente moçambicano Filipe Nyusi e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama
13/06/2015 - Moçambique

Dhlakama, disponível para se encontrar, com Presidente moçambicano

Afonso Dhlakama, líder da Renamo, no final da conferência nacional, do seu partido, declarou, estar pronto, para se encontrar, com o chefe de estado moçambicano, Nyusi, para analisarem, questões de interesse nacional.

Afonso Dhlakama, líder da Renamo, aquando de uma conferência de imprensa em Abril de 2013.
12/06/2015 - Moçambique

Renamo ameaça formar governos provinciais à força

Depois de ontem já ter anunciado a reorganização das suas forças, a Renamo, reunida em Conselho Nacional até esta Sexta-feira na cidade da Beira, ameaçou formar governos provinciais à força nas zonas onde venceu nas últimas eleições gerais.

Afonso Dhlakama, líder da Renamo
11/06/2015 - Moçambique

Conselho Nacional da Renamo pretende avançar com as autarquias provinciais

Naquele que estava previsto para ser o último dia da reunião dos seus quadros na cidade da Beira, o Conselho Nacional da Renamo decidiu estender as suas discussões por mais um dia de modo a estudar as modalidades de criação das autarquias provinciais, projecto que o principal partido de oposição de Moçambique disse ainda hoje pretender levar avante.

A Renamo na encruzilhada
09/06/2015 - Convidado

A Renamo na encruzilhada

Desde hoje e até ao dia 11 de Junho decorre na cidade da Beira o Conselho Nacional da Renamo em que o principal partido de oposição de Moçambique deve decidir sobre o seu futuro e sobretudo as acções a conduzir depois do recente chumbo no parlamento do seu projecto de criação de autarquias provinciais. Calton Cadeado, analista do Instituto Superior de Relações Internacionais de Maputo dá conta do contexto político em que este conselho acontece.

Close