Últimas notícias
Conteúdo sindicado
Crise financeira
Dirigentes da UE debatem a criação da união bancária do bloco
19/12/2013 - Linha Direta

Dirigentes da UE debatem a criação da união bancária do bloco

Em Bruxelas, líderes europeus se reúnem pela última vez neste ano buscando avanços no combate à crise econômica e fortalecendo a imagem política, a seis meses das eleições europeias. A criação de uma união bancária para supervisionar e resgastar bancos em risco de falência está no topo da agenda dos chefes de Estado e governo durante os dois dias de reunião em Bruxelas.

A correspondente em Bruxelas, Leticia Fonseca, explica que na mesa de negociações ainda estão questões como a análise das medidas para o crescimento e emprego, um plano para reforçar a indústria de defesa e a crise na Ucrânia. "Mas a prioridade deste Conselho Europeu será mesmo a criação de uma união bancária que possa supervisionar e resgatar bancos em risco de falência", diz Leticia Fonseca, analisando que a iniciativa é vista como um suporte contra as futuras crises econômicas.

"Alguns governos acreditam que sem a união bancária não haverá fim para a crise nem confiança entre os bancos, o que bloqueia a transferência de dinheiro para a economia real. Poucas horas antes do Conselho, os ministros das Finanças do bloco conseguiram chegar a um acordo que vai permitir criar um mecanismo único de resolução, isto é, de falência organizada dos bancos da zona do euro. Prevista para o início de 2016, a união bancária será aplicada diretamente nos 300 bancos mais importantes da zona do euro e os transfronteiriços. Agora, os líderes devem aprovar o acordo que ainda terá que passar pelo Parlamento Europeu, antes das eleições europeias de maio do ano que vem", observa a correspondente em Bruxelas.

Irlanda dá sinais concretos de recuperação econômica
16/12/2013 - Fato em Foco

Irlanda dá sinais concretos de recuperação econômica

A Irlanda é o primeiro país da zona do euro, que como Portugal, Grécia e Chipre aceitou um plano de ajuda internacional, a dar sinais concretos de recuperação ...
O Vaticano divulgou a primeira mensagem de paz do Papa Francisco, que será lida nas igrejas do mundo no dia 1° de janeiro de 2014.
12/12/2013 - Papa Francisco/Religião

Primeira mensagem de paz de Francisco pede diminuição das desigualdades no mundo

 Em sua primeira mensagem de paz, divulgada nesta quinta-feira, o Papa Francisco pede que haja mais fraternidade entre os homens e pede mais solidariedade da parte dos dirigentes para se enfrentar a crise econômica mundial, voltando a denunciar a desigualdade social. A mensagem será lida nas igrejas católicas em 1° de janeiro de 2014, o Dia Mundial da Paz.

Natal dos portugueses será mais pobre em 2013
12/12/2013 - Fato em Foco

Natal dos portugueses será mais pobre em 2013

O Natal está chegando e as ruas de Lisboa estão enfeitadas e iluminadas. Nos famosos bondinhos amarelos da capital portuguesa, alguns dos condutores vestidos de Papai Noel fazem a alegria das crianças. Mas por trás desse clima festivo, o moral da população, vítima de diversos planos de austeridade desde 2009, está fortemente afetado pela crise.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou um estudo nesta semana que indica que o Índice de Bem-Estar da população portuguesa, baseado em indicadores de condições materiais e diversos fatores ligados à qualidade de vida, teve em 2012 um decréscimo, o primeiro desde 2004.

O economista e jornalista Nicolau Santos, um dos diretores-adjuntos do jornal O Expresso, um dos mais importantes do país, explica que o poder aquisitivo caiu desde 2009. "Calcula-se que os portugueses perderam 30% dos seus rendimentos devido à baixa de salários e aumento dos impostos; o desemprego também aumentou", diz o analista.

O comerciante Cristóvão Libânio diz que os turistas têm sido os compradores mais assíduos mas não esconde o seu desânimo: "O Natal de 2013 está muito fraco, está mais triste..."  Já a senhora brasileira Maria Júlia Del Vecchio, proprietária de imóveis na capital lisboeta, confirma que suas amigas aposentadas estão apertando o cinto para organizar a ceia e comprar os presentes para a família.

Clique acima para ouvir o programa completo.

A taxa de desemprego caiu nos Estados Unidos em novembro, mas ainda existem  10,9 milhões de pessoas sem trabalho no país.
06/12/2013 - EUA/Desemprego

Desemprego nos EUA recua para 7% em novembro, a menor taxa em cinco anos

A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu para 7% em novembro, uma redução de 0,3 pontos percentuais em relação ao mês anterior. Esta é a menor taxa de desemprego registrada no país nos últimos cinco anos.

Manifestação diante da corte federal de Detroit durante o julgamento nesta terça-feira, 3 de dezembro de 2013.
04/12/2013 - EUA/Economia

Justiça americana autoriza Detroit a declarar falência

A cidade americana de Detroit obteve nesta terça-feira, 3 de dezembro de 2013, o sinal verde da justiça americana para declarar falência e começar a renegociar sua dívida de 18 bilhões de dólares (mais de 42 bilhões de reais). Essa é a maior falência já registrada de um município americano.

Manifestantes protestam perto de barricadas que bloquearam rua de Kiev, nesta segunda-feira, dia 2 de dezembro de 2013.
02/12/2013 - Ucrânia/Crise política

Manifestantes bloqueiam acesso à sede do governo na Ucrânia

Cerca de mil manifestantes determinados à obter a renúncia do presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, bloqueiam nesta segunda-feira os acessos ao palácio do governo.
O presidente francês François Hollande e o ministro do Trabalho, Michel Sapin (d), durante anúcia da queda do desemprego no país.
29/11/2013 - França/Desemprego

Desemprego cai na França pela primeira vez desde 2011

Pela primeira vez desde abril de 2011, o desemprego registrou uma queda na França.
Protestos contra medidas de austeridade e contra lei anti-manifestações tomaram conta das ruas da capital espanhola.
23/11/2013 - Espanha/Manifestação

Milhares manifestam em Madri contra políticas de austeridade

As ruas de Madri foram tomadas por milhares de pessoas nesse sábado, 23 de novembro.
O primeiro-ministro grego Antonis Samaras defendeu os resultados de sua política de austeridade durante passagem por Berlim.
23/11/2013 - Crise/Grécia/Alemanha

Em Berlin, premiê grego afirma que seu país não deixará zona do euro

De passagem pela Alemanha, o chefe do governo grego Antonis Samaras disse nesse sábado, 23 de novembro, estar próximo do fim da crise e declarou que seu país não ...
Close