Conteúdo sindicado
Conflito
Cabo Verde e a União Africana
13/06/2015 - Convidado

Cabo Verde e a União Africana

Jorge Tolentino, ministro das relações exteriores, representou Cabo Verde no Conselho Executivo da União Africana em Joanesburgo, na África do Sul. O chefe da diplomacia da Cidade da Praia evocou o momento presente da construção pan-africana e os desafios com que o continente se debate, ainda obrigado a accionar dispositivos de emergência para fazer face a convulsões que acabam por relegar o desejável desenvolvimento para um plano subalterno.

Bombardeio em Donetsk, Ucrânia, nesta quarta-feira (3).
04/06/2015 - Ucrânia/ conflito

Ucrânia entra em nova onda grave de violência

Nova escalada de violência no leste da Ucrânia. Pelo menos 24 pessoas morreram nas últimas 24 horas na região. O governo ucraniano acusa os separatistas pró-russos de terem lançado uma ofensiva para conquistar a cidade de Mariinka, próxima de Donetsk. A União Europeia (UE) denunciou nesta quinta-feira (4) a escalada dos confrontos no leste do país, estimando que se trata da violação mais grave do cessar-fogo alcançado em fevereiro.

Estados Unidos mantêm hegemonia dividindo inimigos e aliados
02/06/2015 - O Mundo Agora

Estados Unidos mantêm hegemonia dividindo inimigos e aliados

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, não brincou em serviço. Durante a conferência anual do Diálogo de Shangri-La, ele foi curto e grosso.
Nações Unidas estão alarmadas com abusos no Sudão do Sul
30/05/2015 - Sudão do Sul

Nações Unidas estão alarmadas com abusos no Sudão do Sul

As Nações Unidas estão alarmadas com abusos no Sudão do Sul e pediram uma solução sustentável para a crise através do diálogo inclusivo.

Violência em Baltimore traz à tona desigualdade racial, social e econômica
29/04/2015 - Linha Direta

Violência em Baltimore traz à tona desigualdade racial, social e econômica

Depois de uma segunda-feira marcada por manifestações violentas desencadeadas pela revolta da comunidade negra contra a polícia de Baltimore com a morte de Freddy Gray, 25 anos, causada por uma lesão da coluna vertebral, que ocorreu enquanto o jovem estava dentro de uma viatura policial, após ser preso, em 12 de abril. Os americanos, mais uma vez, têm de se questionar sobre a persistente presença do racismo, desigualdade social e violência dentro de sua sociedade.

Milicianos xiitas Houthi contam com apoio dos iranianos.
11/04/2015 - Guerra

Dois oficiais iranianos teriam sido capturados em dia de combates intensos no Iêmen

Em um sábado (11) que teve 11 ataques aéreos da coalizão internacional no sul do Iêmen, dois oficiais iranianos teriam sido capturados por milicianos fieis ao presidente Abd Rabo Mansour Hadi. Eles acusam os iranianos de apoiarem os xiitas Houthis, grupo que tenta desde janeiro desestabilizar o país.

António Muchanga, porta-voz da Renamo, o movimento da perdiz
04/04/2015 - Moçambique

Renamo só deixará de "se movimentar quando parar de ser perseguida"

Foi nestes termos que António Muchanga, porta-voz da Renamo, reagiu aos confrontos de quinta-feira entre tropas governamentais e homens da Renamo na província de Gaza.

Militantes leais ao presidente iemenita, Abd Rabbo Mansour Hadi, lutam combatem os houthis na província de Lahej, no sudeste do país.
25/03/2015 - Iêmen/Violência

Governo do Iêmen faz apelo para intervenção militar internacional

O ministro iemenita das Relações Exteriores, Ryad Yassine, fez um apelo nesta quarta-feira (25) por uma intervenção urgente dos países árabes no Iêmen ...
Antigo Presidente Guebuza e Afonso Dhlakama aquando da assinatura do Acordo de Cessação das Hostilidades no dia 5 de Setembro de 2014 em Maputo
17/03/2015 - Moçambique

Governo Moçambicano acusa Renamo de movimentar tropas em Inhambane e Gaza

O Governo acusou a Renamo de estar a movimentar homens armados nas províncias de Inhambane e Gaza, no sul do país, considerando tratar-se de uma violação do Acordo de ...
Decisões de Obama são pura e cínica "Realpolítica"
17/03/2015 - O Mundo Agora

Decisões de Obama são pura e cínica "Realpolítica"

Para países ou movimentos pouco poderosos é difícil entender e aceitar que na hora do “vamos ver” eles são só fichinhas das grandes potências. Nada mais humano do que achar que os próprios problemas são importantíssimos e merecem ser tratados com cuidado e respeito. A frustração é grande quando, de repente, são sacrificados no altar dos interesses maiores dos mais poderosos.

Close